Confira algumas dicas básicas para caprichar na decoração do quarto das crianças e por que investir em diferentes cores é importante para elas.

Viver com crianças requer preparação mínima para reorganizar o cotidiano, o funcionamento da casa e os espaços em seu interior. No que se refere aos quartos dos pequenos, é preciso investir em móveis confortáveis e buscar meios de proteger as quinas de cada um (especialmente se as crianças estão aprendendo a andar e podem estar mais sujeitas a quedas e acidentes).

No que se refere à decoração, é bom que o quarto seja lúdico, contendo desenhos e cores leves, ajudando a distribuir a iluminação de forma que propicie um bom ambiente para as crianças dormirem.

Pensar bem nas cores é fundamental para estimular o desenvolvimento das crianças. Antes de montar ou reformar o quarto infantil, veja por que é importante investir em itens como beliches coloridos.

Cores

Você já reparou que diferentes ambientes infantis são bastante coloridos: quartos, salas de aula, consultórios médicos, escolas, parquinhos? E não é à toa. Isso acontece para estimular o desenvolvimento motor e cognitivo delas, além do tato, da fala, do raciocínio, entre outras habilidades.

O desenvolvimento motor envolve a movimentação de mãos, braços e pulsos a partir da manipulação de diferentes cores. Esse exercício vai ajudar futuramente no aprendizado da escrita. Ao aprender sobre as cores, as crianças também aprendem a se concentrar e coordenar os olhos, o que é fundamental sobretudo na vida escolar.

Ao pintar um desenho, por exemplo, a criança precisa prestar atenção e respeitar as linhas, escolhendo uma boa combinação de cores para destacá-lo. Isso a ajuda a aprender a lidar com espaço e limites.

Já a cognição é a capacidade de adquirir conhecimento e ocorre a partir de processos como a atenção, memória, raciocínio, associação, percepção, juízo, linguagem, pensamento e imaginação.

Isso é intensificado se as cores são ainda mais vibrantes, como o amarelo, o laranja e o vermelho. Elas ajudam a captar e manter a curiosidade das crianças, pois a cor é um dos primeiros fatores que elas utilizam para aprender a diferenciar objetos. Ao aprender a reconhecer e nomear as cores, as crianças passam a prestar mais atenção no ambiente a seu redor e a reconhecer essas cores.

O uso de cores diversas e vibrantes ainda estimula a criatividade e motiva a criança a construir cenários imaginários, incentivando a capacidade de imaginação, interpretação e abstração. Um último aprendizado pode se referir às emoções: as crianças podem começar a associar cada cor a uma determinada emoção (azul a tristeza, alegria a amarelo, raiva a vermelho, tranquilidade a branco, entre outros exemplos).

Atividades

Um quarto colorido permite às crianças não apenas aprender a diferenciar objetos, mas também a identificar e nomear as cores, o que implica em expansão de vocabulário e de compreensão da realidade visual, além do desenvolvimento da imaginação e da capacidade de interpretação.

Algumas atividades que podem auxiliar nesse desenvolvimento das crianças são aquelas envolvendo auto expressão, usando lápis de cor, tintas e giz de cera. Um bom exemplo pode ser a montagem de um mural coletivo que permita o conhecimento de cores com diferentes materiais e objetos.

Ainda, invista em  brincadeiras que permitam que elas associem cores, materiais e objetos, como plantas verdes, nuvens azuis, tomates vermelhos, sol amarelo, entre outros.

Como fazer

Uma pergunta comum é: como fazer um quarto colorido? O primeiro passo é investir em móveis coloridos. Uma boa combinação de cores é entre tons contrastantes: roxo e amarelo, azul e laranja, verde e vermelho. O intenso contraste entre essas tonalidades ajuda a desenvolver a atenção e a curiosidade das crianças.

Uma vez escolhidas as cores dos móveis, é hora de pensar em tapetes e cortinas. Finalize distribuindo itens decorativos (como porta-retratos, vasos, bonequinhos, etc). Ter cortinas, paredes e roupas de cama estampadas com diferentes personagens e animais é uma ótima opção.

Entenda a importância dos ambientes coloridos na infância