Rota inclui grandes templos construídos durante o período colonial e no Brasil Império.

Quem disse que só tem praia e Carnaval na Cidade Maravilhosa? Por mais divertidos que sejam, nos últimos anos as iniciativas pública e privada vêm enfatizando com mais força outras riquezas da capital carioca, como sua história e patrimônio ligados à fé. Então, antes de comprar sua passagem para o Rio de Janeiro, confira pontos imperdíveis do turismo religioso na cidade.

Cristo Redentor

Completando 90 anos em 2021, o Cristo Redentor até hoje é um dos pontos turísticos favoritos do Rio. Feita de concreto armado e pedra-sabão, a estátua tem 38 metros de altura (com o pedestal) e seus braços se esticam por 28 metros de largura.

O Cristo Redentor fica aberto para visitação diariamente das 8:00 às 19:00 horas. Há duas formas de chegar na estátua: de van oficial ou no Trem do Corcovado, podem pagar o transporte já com a taxa de entrada. Os valores (inteiras e meias) variam entre R$ 27,00 e R$ 88,00.

Catedral Metropolitana do Rio de Janeiro

Com sua arquitetura inspirada na pirâmide Maia da Península de Yucatan, no México, a Catedral Metropolitana foi inaugurada em 15 de agosto de 1979 e substituiu, como catedral da cidade, a Igreja de Nossa Senhora do Carmo. Seu nome oficial é Catedral de São Sebastião do Rio de Janeiro.

A Catedral Metropolitana está localizada na Avenida Chile, 245, no Centro do Rio de Janeiro, e está aberta à visitação do público todos os dias das 7:00 às 17:00 horas.

Igreja de Nossa Senhora da Candelária

A Igreja da Candelária tem uma história de pouco mais de quatro séculos, que inclui uma promessa cumprida após uma tempestade marítima e disputas judiciais pela terra. O prédio atual foi construído de 1775 a 1898. No entanto, sua inauguração parcial aconteceu em 8 de setembro de 1811, com os arcos das capelas-fundas e o altar-mor prontos, além da presença do Príncipe Regente D.João e membros da Família Real.

Localizada na Praça Pio X, a Igreja N. Sa. da Candelária fica aberta de segunda a sexta-feira, das 7:30 às 16:00 horas; sábados, das 8:00 horas ao meio dia; e domingos, das 9:00 às 13:00 horas.

Mosteiro de São Bento

O Mosteiro de São Bento foi fundado em 1590 por dois monges beneditinos vindos da Bahia. Foi a segunda Ordem católica a se estabelecer no Rio de Janeiro, tendo sido antecedida apenas pelos jesuítas.

O conjunto arquitetônico, com influências do período Barroco (final do século 16 a meados do 18), é constituído pelo mosteiro, que possui visitas restritas, e pela Abadia de Nossa Senhora de Monserrate.

O Mosteiro de São Bento fica na Rua Dom Gerardo, nº 68, no Centro. A igreja da Abadia abre diariamente das 6:30 às 18:30 horas, com mudanças de horários ocorrendo durante a pandemia. Há também um tour virtual pelo Mosteiro disponível no site.

Centro Cultural Jerusalém

Inaugurado em maio de 2008, o Centro Cultural Jerusalém (CCJ) abriga a Maquete de Jerusalém da Época do Segundo Templo, com uma réplica da cidade no ano de 70 d.C. Com 730 metros quadrados, a réplica levou oito anos para ser construída, usando como material blocos de pedra branca trazidos de Jerusalém.

O Centro Cultural Jerusalém se encontra na Avenida Dom Hélder Câmara, nº 3970, em Del Castilho. O espaço está aberto para visitação todos os dias, inclusive aos sábados, domingos e feriados, das 9:00 às 18:00 horas.

Grande Templo Israelita

Inaugurado em 1932, o Grande Templo Israelita é a maior construção da comunidade judaica no Rio de Janeiro e uma das maiores no Brasil. A arquitetura da sinagoga é, ao mesmo tempo, solene e monumental, com torres de 26 metros, domo, pinturas relacionadas a cenas bíblicas e um painel de mosaico que emoldura o altar.

O Grande Templo Israelita encontra-se na Rua Tenente Possolo, nº 8, no Centro do Rio. Ainda que não seja aberto diariamente para visitação, são realizados diversos eventos no Templo, alguns para conhecer as obras e mosaicos presentes em seu interior.

Santuário Nossa Senhora da Penha

Com sua famosa escadaria de 380 degraus, a Basílica Santuário de N. Sa. da Penha é o templo mais procurado por fiéis que desejam pagar suas promessas. Entretanto, também atrai milhares de turistas por sua vista deslumbrante.

Além da igreja, os espaços de visitação da Basílica incluem a Sala dos Milagres, o Museu da Venerável Irmandade de N. Sa. da Penha da França e a exposição de quadros de Nossa Senhora. O Santuário da Penha fica no Largo da Penha, nº 19 e abre para visitação todos os dias, das 7:00 às 18:00 horas. Para quem não quiser subir a escadaria, é possível subir gratuitamente de bondinho.

Turismo religioso no Rio_ 7 pontos turísticos ligados à fé